Mulher é executada a tiros em parada de ônibus na Praça de Marcos Moura em Santa Rita/PB

397510_417772471701010_879497617_nA vendedora de sapatos, Maria do Socorro Conceição Alves, 51 anos, foi assassinada com vários tiros na noite deste sábado (1), na praça da entrada de Marcos Moura em Santa Rita, região metropolitana da grande João Pessoa.

Segundo informações policiais, a vitima estava acompanhada de uma jovem, esperando o ônibus, quando alguns homens chegaram em um Fiat Uno prata e um dos homens desceu e efetuou vários tiros na vendedora que foi atingida no tórax e cabeça, tendo morte imediata.

A policia vai investigar se a motivação para o crime, tenha sido pelo fato de traficantes estarem coagindo mulheres do bairro para venderem drogas, mediante a recusa, são ameaçadas junto com seus familiares.

Da Redação
Com Aguinaldo Mota

VIOLÊNCIA URBANA – Mulher é assassinada a bala na porta de casa na cidade de Mari/PB

Marinalva, a popular Branquinha

Marinalva, a popular Branquinha

(Atualização 06h58) – A Polícia da cidade de Mari, mata paraibana, registrou na noite desta terça-feira (25) por volta das 20h40 um assassinato no Loteamento Walter Martins, saída de Mari para Guarabira.

A vítima trata-se de Marinalva Lima Fernandes, conhecida como Branquinha, 22 anos, residente a rua Tenente José Fernandes S/N naquele loteamento. Branquinha foi assassinada a bala na porta de casa, por dois elementos que chegaram a pé e executaram a jovem, após o crime saíram a pé e tomaram destino ignorado.

A lei do silêncio impera no local, mas até onde a polícia pôde apurar Branquinha tinha envolvimento com coisas ilícitas.

As informações foram repassadas a imprensa pelo Tenente José Fernandes e pelo soldado Brasil que ainda informaram que há indícios de que a vítima estaria gravida.

1964260_228920290644824_891989079_n

Da Redação
Com informações e fotos exclusivas para o Expresso PB/Por Carlos Alcides

EM CG – Mulher é assassinada quando andava com amiga no meio da rua; polícia já registra 100 homicídios na cidade este ano

Em menos de seis meses 100 pessoas já foram assassinadas em Campina Grande. A última vítima foi uma mulher de 28 anos que  foi assassinada na noite desta quarta-feira(26/06) na Rua Manoel do Ó Junior no Bairro Rosa Cruz em Campina Grande. O crime aconteceu por volta das 19h30.Segundo informações da polícia colhidas a partir de depoimentos de testemunhas, Simone Barbosa, 28 anos, conhecida por “Lulu”, caminhava na companhia de uma amiga  quando se aproximaram dois homens em uma moto de cor vermelha. Um deles sacou de uma arma e disparou toda carga.

“Lulu” foi atingida com três tiros de revólver na cabeça e três nas costas. A autoria do delito ainda é desconhecida. A amiga da vítima não foi ferida. A delegacia de homicídios trabalha com a hipótese de acerto de contas por causa de droga. A polícia foi acionada fez rondas mas não conseguiu prender o assassino. O corpo da vítima foi levado para o Numol. Este foi o décimo homicídio do mês de junho em Campina Grande e o de nº 100 no ano de 2013.

Da Redação 
Com Pbagora

Mulher é assassinada pelo namorado na Grande João Pessoa, diz polícia

Uma recepcionista de 21 anos foi assassinada com um tiro no tórax por volta da 0h desta sexta-feira (31). De acordo com a polícia, o suspeito do homicídio é o companheiro da vítima. O crime aconteceu no bairro Santa Cruz, em Santa Rita, Região Metropolitana de João Pessoa. A jovem ainda chegou a ser levada para uma Unidade de Pronto-atendimento, mas não resistiu ao ferimento.

O companheiro da vítima, de 24 anos, foi preso logo após ter praticado o homicídio em uma casa localizada no bairro Alto das Populares, também em Santa Rita.

O homem foi levado para a Delegacia de Homicídios, em João Pessoa. De acordo com relatos de parentes à polícia, o casal tinha envolvimento com drogas.

Da Redação 
Com G1PB

Mais uma mulher assassinada na PB: Crime aconteceu na cidade de São Bento

O cenário da violência volta a ser exibido no município de São Bento, no Sertão da Paraíba. Mais um crime foi registrado no município, na noite deste  sábado (08).

Segundo a polícia, a vítima foi Josilene Costa da Silva, 35 anos, mais conhecida por “Bia das Piranhas”, que morava na comunidade Olho D’água, no município de Brejo do Cruz.

Conforme informações policiais, Bia estava na comunidade Terra Nova, zona rural de São Bento, por volta das 20h, onde iria acontecer uma seresta, quando o assassino chegou a pé, com um capacete na mão, pediu uma cerveja e chamou a vítima para um local reservado, abrindo fogo contra a mesma, que ainda saiu correndo até o estabelecimento comercial, mas não resistiu.

Bia das Piranhas não resistiu aos ferimentos e morreu (Foto: Zequinha Fotografias/São Bento)

A polícia trabalha com a hipótese de que o crime esteja relacionado ao mundo da droga. A polícia disse, ainda, que a arma utilizada no delito foi, provavelmente, uma pistola calibre 380 mm, e que já tem pistas do autor do crime, porém, não vai revelar o nome para não atrapalhar as investigações.

O corpo da vítima deverá ser encaminhado ao IML de Patos, onde será periciado.

Da Redação
Com Leomarque Pereira, da Rádio São Bento FM, com informações do portal São Bento em Foco