Pai que abusava sexualmente da filha de 12 anos é preso; adolescente está grávida em Remígio/PB

Divulgação Polícia Civil

O agricultor Josenildo Gonçalves da Silva, 36 anos, foi preso na tarde desta quinta-feira (7), após estuprar e engravidar a própria filha de 12 anos de idade. O crime, que já vinha acontecendo há 4 anos, foi registrado no Sítio Mata Redonda, zona rural da cidade de Remígio, no Agreste paraibano.

De acordo com Lamartine Lacerda, delegado de Remígio, o caso foi descoberto após a adolescente começar a ter enjoos em dezembro de 2012. “Em janeiro, os enjoos continuaram e a tia da menina a levou para o hospital onde foi confirmado que ela estava grávida”.

Constatada a gravidez, a adolescente confessou que vinha sendo abusada sexualmente pelo pai desde os 8 anos de idade. A tia da garota denunciou o caso a Polícia Civil que prendeu o acusado dentro de casa.

“Encaminhamos a menina para exames de conjunção carnal e ficou comprovado o estupro. A adolescente disse durante depoimento que os abusos ocorriam em um matagal que fica perto da casa onde mora. E revelou ainda, que a mãe uma vez presenciou a cena, mas que não esboçou reação”, disse o delegado que caso seja constatada a conivência da mãe, ela poderá responder a processo criminal.

Durante a oitiva, a genitora negou qualquer participação no crime e disse que não tinha delatado o marido antes, porque estava sendo ameaçada de morte. Josenildo Gonçalves foi encaminhado para a Cadeia Pública da cidade.

Da Redação 
Com Portal Correio

Inspetor de escola é suspeito de violentar aluna de 13 anos na Paraíba

casos_de_policiaUm inspetor de uma escola pública em Bayeux, cidade da Grande João Pessoa, é suspeito de violentar uma aluna de 13 anos e ainda filmar o fato. Um outro adolescente, de 15 anos, também seria cúmplice do crime.

Segundo informações da delegada Lídia Veloso, da Delegacia da Mulher de Bayeux, o caso aconteceu na manhã do último dia 20 de setembro, quando o rapaz de 15 chamou a adolescente para a casa dele. Em seguida, o inspetor chegou no local e os dois trancaram a casa.

A menina informou à polícia que os dois a forçaram a tomar comprimidos e a levaram para o banheiro da casa. Ela explicou que não lembrava de nada que aconteceu depois que foi drogada.

O ato teria sido filmado pelo adolescente. O caso veio à tona depois que uma amiga da menina contou à família que o vídeo estaria circulando entre pessoas da escola. Depois que teve acesso às filmagens, o pai da vítima prestou queixa na Delegacia da Mulher, nesta quinta-feira (29). O vídeo será periciado.

A vítima vai fazer exame de conjunção carnal para detectar se houve desvirginamento. O inspetor está foragido e o adolescente foi ouvido pela polícia, mas já foi liberado. Dois inquéritos vão ser abertos, um para cada suspeito.

Outro caso
Uma estudante universitária foi abordada por um desconhecido na manhã desta sexta-feira (30) nas proximidades da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), no bairro dos Bancários, na Zona Sul de João Pessoa. Segundo a delegada Renata de Almeida, da Delegacia da Mulher, a violência foi realizada na mata em frente ao Centro de Tecnologia da UFPB.

A vítima explicou à polícia que ele aparentava estar armado e achou que a abordagem se tratava de um assalto. Além da violência sexual, o criminoso levou o celular da jovem.

Ela não soube informar quanto tempo passou na mata e só apareceu, ao lado da Escola Polivalente dos Bancários, por volta das 12h30. A polícia está fazendo rondas para localizar o suspeito e um retrato falado deverá ser divulgado.

Da Redação
Com G1PB

Pai é suspeito de abusar das duas filhas no Litoral Norte da Paraíba

Polícia chegou ao suspeito através de denúcia feita pela mãe das meninas. Adolescentes, de 13 e 15 anos, sofriam abuso há cerca de quatro meses

Polícia chegou ao suspeito através de denúcia feita pela mãe das meninas. Adolescentes, de 13 e 15 anos, sofriam abuso há cerca de quatro meses

Um homem de 42 anos foi preso na tarde desta sexta-feira (26) suspeito de abusar sexualmente das duas filhas adolescentes, uma de 13 e outra de 15 anos. O crime ocorreu na cidade de Itapororoca, Litoral Norte do estado da Paraíba, a 69 km de distância de João Pessoa.

Segundo as informações da delegacia de Itapororoca, os policiais chegaram ao suspeito por meio de denúncia, feita pela própria mãe das adolescentes. De acordo com a polícia, as garotas estariam sofrendo abuso há cerca de quatro meses. Elas não denunciaram o pai antes por medo.

Após a denúncia, a polícia realizou rondas na cidade e encontraram o homem na Zona Rural do município. A polícia afirmou que o homem era mototaxista na cidade e por conta disso foi fácil reconhecê-lo.

O suspeito está sendo ouvido pela polícia neste momento e após depoimento deverá ser encaminhado ao presídio da cidade de Mamanguape, que fica a 50km da capital paraibana.

Da Redação
Com G1PB

Jovens são presos por fazerem sexo com menor em posto de gasolina

Foto Ilustrativa

Foto Ilustrativa

A Polícia Militar de Brasília prendeu na madrugada deste sábado (11) três jovens por corrupção de menor em um posto de gasolina em Ceilândia. Segundo a PM, um dos jovens fazia sexo com uma menina de 15 anos em um carro enquanto outro a acariciava e o terceiro filmava a ação com um celular.

Pouco antes de serem presos, os rapazes e a garota haviam sido vistos dançando funk no estacionamento do posto.

A menor foi encaminhada à Delegacia da Criança e do Adolescente e passou por exame de corpo de delito e toxicológico no Instituto Médico Legal. Nenhum dos jovens estava com drogas ou tinha passagem pela polícia.

Os três rapazes foram levados para a carceragem vão responder por corrupção de menor, ato obsceno e fornecimento de bebida para menores. Caso sejam processados e condenados, a pena pode chegar a oito anos de prisão.

Da Redação
Com G1
É proibida a reprodução total ou parcial deste site. CNPJ: 10.962.007/0001-48