ExpressoPB

Grupo faz ‘tomataço’ em evento com Gilmar Mendes e Cássio Cunha Lima em São Paulo


Cerca de 10 pessoas protestaram contra o ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Gilmar Mendes na manhã de ontem (09.out.2017) em São Paulo. Gilmar dava uma palestra no IDP (Instituto de Direito Público de São Paulo) quando o grupo “Tomataço” realizou o ato em frente à faculdade, atirando tomates. Vários carros também foram atingidos.

O evento é 1 seminário sobre a reforma política. Diversos políticos e especialistas participam, entre eles o senador José Serra e Cássio Cunha Lima do PSDB. Gilmar Mendes é sócio do IDP.

Os organizadores dizem que a ação é uma forma de defesa da operação Lava Jato. No Facebook, antes do protesto, integrantes publicaram foto ao receber doação de tomates estragados de comerciantes da Ceasa.
O grupo já promoveu ações semelhantes contra Gilmar. Em agosto deste ano eles fizeram uma manifestações quando o ministro participava de um evento na sede do jornal O Estado de S. Paulo.

Entre um tomataço e outro, Cássio defendeu na sua palestra que a reforma política trouxe dois avanços importantes, mas impôs dois retrocessos preocupantes. Os avanços foram a cláusula de barreira (ou desempenho) já em 2018 e o fim das coligações a partir de 2020. Os retrocessos, na opinião dele, estão no fundo público de financiamento de campanha e a possibilidade de que partidos políticos promovam rifas e bingos.

Da Redação 
Com Pbagora

Artigos relacionados

Orgy