ExpressoPB

Botafogo-PB visita classificado Sampaio para tentar escapar da degola


A noite deste sábado (09) vai deixar o torcedor do Botafogo-PB com o coração na mão.

Vivendo um drama na Série C do Brasileiro, especialmente nas últimas dez rodadas, em que perdeu oito vezes, o Belo está na zona de rebaixamento, e pode dar adeus à terceira divisão logo mais.

Em solo maranhense, a partir das 19h30, no estádio Castelão, o time da Maravilha do Contorno vai encarar o líder Sampaio Corrêa-MA, pela última rodada rodada do Grupo A.

Na penúltima colocação, o Bota-PB precisa vencer a Bolívia Querida de qualquer maneira e ainda torcer para que o Moto Club-MA perca ou empate com Fortaleza, no Ceará, para escapar da queda.

Todas as partidas terão início no mesmo horário (19h30).

O Belo vive dias de agonia. Apesar de ter conseguido uma sequência inacreditável de sete derrotas, a zona de rebaixamento só virou realidade depois do empate diante do lanterna e rebaixado ASA-AL, jogando em casa, na última rodada.

As combinações de resultados, até então, adiavam a ida do time à zona da degola. Agora os paraibanos não dependem de suas próprias forças.

Para salvar o ano, o treinador Ramiro Souza teve que se desdobrar para encontrar o time ideal que começará jogando.

Isso porque ele terá uma série de desfalques para o duelo de logo mais. Se por um lado ele conta com o goleiro Michel Alves e o meia Roger Gaúcho, que foram barrados contra os alagoanos, em contrapartida, os laterais esquerdos Alyson, Fernandes e Bruno Costa, machucados, além do zagueiro André e do volante Magno, ainda cumprindo punição do STJD, ficam todos de fora.

O comandante botafoguense não deu pistas de como a sua equipe deve entrar em campo. A única certeza é que o Botafogo-PB, caso não vença, voltará para a Série D do Brasileiro, mesmo com tropeço do Moto-MA.

Sampaio Corrêa

Do lado dos donos da casa, a classificação para o mata-mata está sacramentada, mas o Sampaio tem que vencer para garantir a primeira colocação do grupo.

O treinador Francisco Diá já afirmou que o time vai à campo com o que tem de melhor. O comandante terá alguns problemas para o duelo. Cumprindo suspensão, o lateral-direito Pedro Costa não joga. O zagueiro Carlos Alexandre e o volante Diego Silva, vetados pelo departamento médico, também serão ausências certas.

Durante a semana, Diá testou algumas mudanças, visto que terá de presente a volta de cinco atletas que não atuaram na vitória contra o Remo-PA, fora de casa. Voltam o zagueiro Maracás, o lateral Esquerdinha, o volante Zaquel, o meia Marlon e o atacante Isac, autor de um dos gols da vitória do time maranhense em João Pessoa, no primeiro turno.

Como as partidas do Grupo B serão às 17h, o Sampaio Corrêa poderá entrar em campo e “escolher” seu adversário, caso deseje.

Isto porque os maranhenses podem ainda ser ultrapassado pelo CSA-AL na classificação. Volta Redonda-RJ, Tombense-MG, Ypiranga-RS, Botafogo-SP e Joinville-SC disputam as duas últimas vagas do outro grupo nas quartas de final.

O primeiro e segundo colocados do Grupo A enfrentam quarto e terceiro colocados do sul/sudeste.

Durante toda a semana, as redes sociais do Sampaio ironizaram a situação do Moto Club-MA, seu maior rival, que pode se livrar da degola sem precisar vencer seu jogo caso o Belo não consiga bater o Tubarão em São Luís.

A arbitragem ficará por conta do trio do Mato Grosso do Sul, encabelado por Paulo H. Schleich Vollkopf, que será auxiliado por Leandro dos Santos Ruberdo e Cícero Alessandro de Souza.

Escalações

Sampaio Corrêa-MA: Alex Alves; Fredson, Maracás, Odair, Esquerdinha; Zaquel, Valderrama, Wellington Rato, Fernando Sobral; Felipe Marques, Isac. Técnico: Francisco Diá.

Botafogo-PB: Edson, Lito, Plínio, Bruno Maia, Carlos Renato; Djavan, Sapé, Patrick Mota, Marcinho; Dico, Rafael Oliveira. Técnico: Ramiro Souza.

ParaibaOnline

Artigos relacionados

Orgy