ExpressoPB

Morte de cantor em Cabedelo aumenta para 6 número de crimes na Grande JP no sábado; autores foram presos


O assassinato do cantor da banda de forró Beleza Pura, Cezar Gama, 32 anos, no início da tarde deste sábado (12), aumentou o número das estatísticas de crimes ocorridos neste dia na região metropolitana da capital, passando para seis.

Leia também: Sobre para 5 número de assassinatos entre a madrugada e a manhã deste sábado na Grande JP; veja os casos

O assassinato do cantor ocorreu na praia Ponta de Campina, na cidade de Cabedelo e de acordo com a Polícia Militar, o cantor estava na praia na companhia dos três suspeitos quando houve um desentendimento entre eles e logo em seguida os tiros. A vítima ainda foi socorrida pelo Samu para o Hospital de Emergência e Trauma de João Pessoa, mas morreu pouco tempo depois de dar entrada na unidade.

Logo após o crime, os três suspeitos fugiram do local, mas foram flagrados por circuito de câmera de um prédio. O serviço de inteligência da PM caiu em campo e conseguiu prendê-los.

Testemunhas relataram que um dos presos seria filho de um PM. Os três suspeitos são moradores da cidade de Bayeux, assim como o cantor. A Polícia acredita que a vítima foi morta como uma queima de arquivo já que o cantor sabia que um dos suspeitos tinha praticado um assassinato recentemente. A polícia recebeu a informação de que o carro da vítima teria sido incendiado.

No início da noite foram presos Geydson de Araújo Souza, 28 anos, Josenildo Carneiro Pereira, 24 anos e Jaconias Paulino da Silva Junior, 25 anos, que confessaram a autoria do crime. Com eles a polícia apreendeu um revólver calibre 38 com três munições.

Os três foram conduzidos a Central de Flagrantes da Polícia Civil, no bairro do Geisel, para os procedimentos cabíveis.

Da Redação 
Do ExpressoPB/Informações de portais

Artigos relacionados

Orgy