ExpressoPB

RC encomenda estudos para analisar viabilidade de concursos na PB


O governador Ricardo Coutinho (PSB), mais uma vez, adotou a cautela quando o assunto é concurso público e contratação de novos servidores, no entanto, admitiu, durante entrevista ao programa Fala Governador, desta segunda-feira (03), ter encomendado alguns estudos para analisar a viabilidade de novos certames para ingresso de servidores efetivos no Estado da Paraíba.

Apesar de o secretário de Segurança do Estado, Cláudio Lima, ter adiantado que a segurança pública era uma das áreas que estão entre as probabilidades de realização de concurso, o governador preferiu não se antecipar para não criar expectativas.

“Eu não posso anunciar nada que eu ainda não tenha concluído os estudos, mas é evidente que a Paraíba tem necessidade em algumas áreas, de melhorar e ampliar os seus quadros, portanto não tenho como dizer se vai ter ou não concurso, o que tenho a dizer é que todas essas questões relacionadas a folha de pessoal são tratadas com muita responsabilidade. A chave para o sucesso da Paraíba é exatamente na austeridade verdadeira que o Estado pratica, e ao mesmo tempo na ousadia. Mas eu encomendei sim alguns estudos, mas não tenho condições de dar respostas agora. Minha resposta inicial é que precisamos manter o controle sobre tudo e a partir disso ter a capacidade de poder gerar melhores serviços público com aquilo que nós temos hoje, a nossa busca é exatamente essa”, disse.

O governador ressaltou que os indicadores da Paraíba estão sob controle, no entanto, isso não significa que tenha dinheiro sobrando no Estado, mas sim que o Estado tem sustentabilidade.

“Isso não quer dizer que a gente possa estar jogando dinheiro fora e mesmo que pudesse eu não faria, porque não é da minha formação. O que quero dizer é que cada passo que a gente dá a gente tem como ir com esse passo até o final. Nós temos sustentabilidade e questão de pessoal é fundamental. Vejo estados que nem consegue pagar a folha de pessoal em função da conjuntura econômica, e nós aqui estamos conseguindo manter o pagamento em dia”, destacou.

Uma reportagem publicada no portal PB Agora, nessa segunda-feira (03), traz o levantamento dos gastos com pessoal no Governo do Estado de janeiro até abril de 2017. Lá é constatado uma redução  do valor destinado a folha em quase R$ 6 milhões, nos últimos meses, num esforço para enxugar a máquina pública, mas mantendo a eficácia nos serviços.

Márcia Dias PB Agora

Artigos relacionados

Orgy