ExpressoPB

A trajetória de Carlinhos: De quase 500 quilos em 2015 para 190 quilos em 2017


Dona Cacilda Patrocínio dos Santos, mãe do jovem Carlos Antônio dos Santos Freitas, Carlinhos, de 30 anos, jovem que tem problemas mentais e enfrenta problemas de obesidade mórbida, informou que, a despeito de todas as dificuldades, o filho vem conseguindo perder peso.

As dificuldades a que ela se refere é a compulsão do jovem por comida. Ele quer comer a todo momento, mas a família continua seguindo à risca a alimentação que os profissionais da nutrição receitaram para que o jovem continuasse perdendo peso.

Carlinhos, que em 2015 estava pesando quase 500 quilos, precisou se submeter a um tratamento intensivo no Hospital das Clínicas em Recife.

Pelo peso do jovem, levá-lo para o hospital era sempre um momento de muita dificuldade e precisava contar sempre com a ajuda de dezenas de bombeiros de Patos para locomovê-lo. Os bancos do carro precisavam sempre ser retirados para que ele pudesse entrar.

O tratamento severo em Recife em 2015 conseguiu avanços significativos e no começo de 2016 ele retornou à cidade de Patos, pesando agora 250 quilos, ou seja, perdeu mais de 200 quilos em pouco tempo. Ao voltar ele já conseguia andar, coisa que não acontecia há muito tempo.

Em janeiro deste ano o Núcleo de Apoio à Saúde da Família (NASF) realizou nova pesagem do jovem e ele estava com 196 quilos, ou seja, continuou perdendo peso, graças ao contínuo acompanhamento e manutenção da dieta. Em vista dos quase 500 quilos de antes já havia o  que comemorar. O momento coincidiu com a nova idade do jovem (fez 30 no dia 05 de janeiro) e houve até comemoração, organizada pela equipe da Unidade Básica de Saúde Pedro Leandro Sobrinho, no Monte Castelo.

Em nova pesagem, realizada em junho, Carlinhos perdeu mais alguns quilos. Está com 190 quilos agora. “Não tem sido fácil. Claro que é muito peso ainda, mas comparado com o que era antes, melhorou bastante, e vamos continuar lutando para que ele continue perdendo peso”, disse a mãe do jovem.

Carlinhos passa a maior parte do dia sentado na porta de casa, no  Conjunto Vista da Serra, puxando conversa com as pessoas que passam na rua. Sua obesidade ainda impressiona, mas em vista da situação vivenciada anteriormente, é visível o seu melhoramento.
Wandecy Medeiros – Folha Patoense 

Artigos relacionados

Orgy