ExpressoPB

Deputada do Mato Grosso tem foto íntima vazada por secretário do governo


A deputada do Mato Grosso Janaína Riva (PMDB) teve fotos intimas vazadas em grupos do WhatsApp. Segundo a publicação feita por Janaína em sua página no Facebook, o secretário de Comunicação do governo mato-grossense, Kleber Lima, teria enviado uma imagem da parlamentar vestida de camisola com a mensagem: “Quem iria invadir a privacidade da ilustre deputada se ela mesma o faz?!”.

De acordo com a deputada, a foto foi divulgada após a veiculação de uma matéria do programa “Fantástico”, da Rede Globo, que denunciou um esquema de espionagem no setor de inteligência da Polícia Militar de Mato Grosso, com o uso de grampos ilegais que interceptaram mais de 80 pessoas, entre elas Janaína Riva.

“Estarrecida com o machismo imposto, o secretário usa uma foto pessoal minha, para justificar os grampos ilegais feitos pelo governo do Estado contra mim e outros envolvidos”, escreveu a parlamentar no seu perfil na rede social.

“Até quando o machismo vai mascarar os crimes cometidos contra nossa honra? Como mulher e cidadã de Mato Grosso vou exigir o afastamento desse secretário misógino, que tem a audácia de me expor através do seu perfil para milhares de mato-grossenses. Isso é crime e não exime o estado da culpa de ter me gravado e gravado outros para usar de nossa vida privada para nos expor”, afirmou Janaina, que prestou queixa contra o secretário na Delegacia da Mulher de Cuiabá.

Ato de desgravo

Na segunda-feira (15), o presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT), Eduardo Botelho (PSB), assinou um ato de desagravo à postura do secretário de Comunicação do governo, Kleber Lima, e encaminhou o documento ao governador do estado Pedro Taques.

“É entendimento desta Casa de Leis que o secretário procedeu de modo indigno e incompatível com o cargo que ocupa quando divulgou através de mídias sociais, mais especificamente grupos de WhatsApp, post contendo foto íntima da deputada Janaína Riva”, diz trecho do ofício. Além disso, o presidente da Assembleia Legislativa exige um pedido formal de desculpas do secretário à parlamentar.

Da Redação 
Com IG

Artigos relacionados