ExpressoPB

Alonso compara vencer 500 milhas de Indianápolis com ser campeão da Champions League


Depois de confirmar presença nas 500 milhas de Indianápolis pela primeira vez em sua carreira, Fernando Alonso ainda tenta entender a dimensão de sua grande decisão. Para traduzir sua sensação inédita, deixou o universo das pistas e aceleradores de lado – ao menos por um segundo – e apostou nos gramados e bolas de futebol.

“É como disputar a final da Champions League”, disse o espanhol à Rádio Marca, comparando a emoção da prova norte-americana com nada menos que o torneio mais prestigiado do mundo.

Alonso, neste ano, irá abrir mão do GP de Mônaco para correr a Indy 500 – já que as duas, as mais importantes em suas categorias, acontecem no dia 28 de maio.

“Infelizmente coincide com Mônaco, mas é como se te dessem a oportunidade de disputar a final da Champions League, somente em uma corrida e com o troféu em jogo. Se coincidisse com a Espanha seria uma decisão complicada, assim como Mônaco, mas estou certo disso. Só existem 33 homens no mundo que podem participar e nesta edição me deram essa oportunidade, então vou aproveitar ao máximo”, explicou o piloto.

Desta forma, o bicampeão mundial tentará se tornar o segundo piloto na história a conquistar a Tríplice Coroa do automobilismo, formada pelos títulos do GP de Mônaco, que ele já ganhou duas vezes, das 500 Milhas de Indianápolis e das 24 Horas de Le Mans.

“A ideia surgiu na Austrália em uma conversa informal, falávamos sobre as opções para o futuro. Eu sempre disse que conseguir a Tríplice Coroa – Mônaco, Le Mans e Indianápolis – te transforma num piloto completo, no melhor. Somente Graham Hill conseguiu no passado e isso o torna muito atrativo”, finalizou Fernando Alonso.

Fonte: ESPN

Artigos relacionados

Orgy