ExpressoPB

Comerciante é preso em JP suspeito de estuprar a filha dele; vítima filmou crime


Um comerciante foi preso na tarde desta quinta-feira (16), no Centro de João Pessoa, suspeito de estuprar a própria filha, de 15 anos, que tinha 13 na época dos abusos, segundo apuração da Polícia Civil. A vítima denunciou o pai no dia 21 de fevereiro deste ano na Delegacia da Infância e Juventude de João Pessoa, onde ela entregou vídeos e áudios que gravou ao ser violentada, acrescentando provas materiais à investigação.

“Temos provas mais do que robustas do crime. Ele praticava os atos ameaçando a filha com armas de fogo. Os pais da menina são separados e ela já morava com a mãe. Os abusos ocorriam quando ela era obrigada a visitar o pai”, contou a delegada Emília Ferraz, acrescentando que a garota já demonstrava vontade de não ir à casa do pai, mas manteve sigilo, inclusive da mãe, que foi surpreendida com a denúncia.

A 5ª Vara Criminal da Capital expediu mandado de prisão preventiva nesta quinta, que foi cumprido no local de trabalho dele. Também foram feitas buscas na residência do suspeito, no bairro do Roger, na área central da cidade. Ele foi autuado por estupro de vulnerável e ficará encarcerado na Central de Polícia Civil de João Pessoa, no bairro do Geisel, na Zona Sul.

A adolescente foi submetida ao exame de corpo de delito, mas o resultado ainda não foi divulgado. Ela segue sob responsabilidade da mãe.

“Temos provas mais do que robustas do crime. Ele praticava os atos ameaçando a filha com armas de fogo. Os pais da menina são separados e ela já morava com a mãe. Os abusos ocorriam quando ela era obrigada a visitar o pai”, contou a delegada Emília Ferraz, acrescentando que a garota já demonstrava vontade de não ir à casa do pai, mas manteve sigilo, inclusive da mãe, que foi surpreendida com a denúncia.

A 5ª Vara Criminal da Capital expediu mandado de prisão preventiva nesta quinta, que foi cumprido no local de trabalho dele. Também foram feitas buscas na residência do suspeito, no bairro do Roger, na área central da cidade. Ele foi autuado por estupro de vulnerável e ficará encarcerado na Central de Polícia Civil de João Pessoa, no bairro do Geisel, na Zona Sul.

A adolescente foi submetida ao exame de corpo de delito, mas o resultado ainda não foi divulgado. Ela segue sob responsabilidade da mãe.

Da Redação 
Com Portal Correio

Artigos relacionados