ExpressoPB

Serra da Raiz: Fiat Lux


livro-julio-serra-da-raizFaço essa escrita, das migalhas e dos restos que nos conformamos, das humilhações e desejos mal cumpridos, dos sonhos esbarrados no impossível. Reúno tudo, lapidando e misturando com esperança e em um processo alquímico transmuto tudo em palavras.

A verdadeira besta não é feia. Os falsos profetas não são salvadores, são idiotas que se julgam deuses, mas são vermes que se sentam e brincam de teatro enquanto condenam semanalmente a nossa cidade ao retrocesso.

Hipócritas, dramaturgos e charlatões: Eis ai a trindade de nossa república.

Aos senhores vindos da terra do nunca, e querem enganar com sorrisos e promessas nosso povo. Aos chupadores de suor que querem engalobar e humilhar com seus status de poderosos. Aos senhores que falam de corrupção, mais que compraram com dinheiro nossos jovens. Aos devoradores de história que querem deter o monopólio da cultura. As instituições disfarçadas e partidárias, criadas para interesses familiares, a mídia divulgadora de seus próprios interesses, aos Nabucodonosor modernos que fazem de seu cargo de secretário um trono e que gostam de olhar de cima, sem perceber que pra fazer isso eles montam nas costas do povo. Aos senhores que só enxergaram os problemas de nossa cidade quando mudam de lado.

A todos vocês eu entrego todo o repúdio que guardei por entre as noites escuras de minha vida.

Júlio Cesar Miguel
Acadêmico de História
Contato com a coluna:  julio543543@outlook.com

Artigos relacionados

Orgy