ExpressoPB

“Optamos por não buscar quadros políticos viciados”, diz Presidente do PSL de Bananeiras em entrevista e exalta qualidades do vice-prefeito


NicodemosHomem de confiança de Ricardo Coutinho em Bananeiras quando se elegeu a primeira vez governador em 2010, Nicodemos Costa, suplente de vereador e atual Presidente do PSL naquele município brejeiro, abriu o verbo e revelou ao ExpressoPB.com o que lhe fez se afastar do atual prefeito Douglas Lucena, a quem entregou o PSB, partido ao qual era filiado.

Nicodemos critica a maneira que o prefeito vem gerindo o município ao mesmo tempo que reclama do desprestigio junto ao governo que ajudou a eleger. “Alguns que nem eram de Bananeiras, mas foram condecorados com espaços generosos no primeiro escalão da gestão municipal, pelo simples fato de ser coleguinhas de infância do prefeito ou de sua madame”, alfinetou.

Sobre o projeto do PSL para estas eleições, Nicodemos disse que o partido conseguiu atrair grandes lideranças e agradeceu o apoio do Deputado Tião Gomes.

Com relação a Matheus Bezerra, vice-prefeito e pré-candidato a prefeito pelas oposições, Nicodemos disse que a evolução política dele já era esperada. “Sua capacidade de articulação, seu carisma, a riqueza de suas ideias, o fato de quase não ter rejeição, se comparado aos demais concorrente, além do grande trabalho por ele prestado, mesmo sendo apenas o vice prefeito da cidade, como já disse antes, invertendo a lógica de que vice não passava de figura decorativa são fatores que o credencia”, afirmou.

Confira a seguir a entrevista na íntegra:

ExpressoPB.com:  Como o PSL está se preparando para enfrentar o pleito eleitoral de 2016 em Bananeiras?

Nicodemos Costa – Primeiro já estamos fazendo o dever de casa, há mais de um ano. Assim que o Deputado Tião Gomes me convidou a presidir o Partido Social Liberal, combinamos que frente a realidade deprimente que vive a política brasileira, com tantos escândalos de corrupção e tudo que há de mais abominável reinando na política nacional e em Bananeiras, não é diferente, até porque entendemos que os problemas já começam desde a base e não no topo. Optamos por não buscar quadros políticos viciados. Optamos por construir novos quadros para a política Bananeirense, para dar uma oxigenada na nossa política municipal, ajudando a construir e apresentando a sociedade novas lideranças políticas, sem vícios, que sejam movidas por princípios, valores morais e que coloquem em primeiro lugar o interesse público e não o inverso, como vemos hoje em dia. E foi com este proposito que conseguimos abrir oportunidades para mais de 10 novas lideranças de todo o município. Hoje temos pré-candidatos nos Distritos Roma, Vila Maia, Tabuleiro, Povoado Chã do Lindolfo, no Centro da Cidade e nos Conjuntos, e vários pré-candidatos a vereador na zona rural, de modo que graças a Deus, ao apoio do Deputado Tião Gomes e a seriedade com que abracei junto aos meus amigos a proposta de reconstrução do PSL, hoje temos condições reais pra construir uma proporcional vitoriosa, da mesma forma que se for interessante para a eleição de uma bancada forte de vereadores, ingressar em um chapão com os outros seguimentos da oposição, também estamos prontos.

ExpressoPB.com:  Antes de você assumir o PSL, você foi Presidente do PSB. O que te fez deixar a legenda socialista e consequentemente se afastar da administração do prefeito Douglas Lucena?

Nicodemos Costa – É preciso observar que em política, quem ajuda a eleger ajuda a governar, e nós nunca fomos reconhecidos a altura dos esforços feitos por nós para eleger o atual prefeito nas eleições de 2012, como praticamente, não tive direito de fazer indicações para nada, se comparado a outros que sequer disputaram as eleições daquele ano, outros que nem de Bananeiras são e foi condecorado com espaços no primeiro escalão da gestão municipal, pelo simples fato de ser coleguinhas de infância do prefeito ou de sua madame. Mas, cada prefeito tem seu estilo de compor governo. Seria tolerável desde que pelo menos as demandas das comunidades rurais, dos setores da sociedade que creditou mais de 600 votos nos candidatos do PSB, tivessem sido atendidos. Imensas foram as cobranças em benefício dos agricultores e agricultoras das comunidades rurais de Bananeiras, incontáveis foram as cobranças de um novo olhar para a população rural e urbana, como limpezas de açudes, cortes de terra, reforma de escolas, recuperação correta das estradas e quase nunca atendidas, sem contar o constrangimento de ver o prefeito abandonar políticas sociais como Pão e Leite, Sopão. Enquanto mais de 3 milhões por ano eram gastos com menos de 300 comissionados, o prefeito não investia nem R$ 400 mil na zona rural, dentre outras inversões que em nada contribui para a construção de uma sociedade mais justa. Essas e outras razões nos distanciaram. Quanto ao PSB, à medida que Douglas se ofereceu para vir para o PSB, de comum acordo, após constante diálogo com a direção estadual do PSB, chegamos a um consenso que o melhor caminho seria trilhar novos horizontes, mesmo mantendo-se aliado ao governador Ricardo por quem tenho grande estima e consideração, mas permanecer no PSB seria ter que aceitar a insuportável ideia de votar no atual prefeito, contrariando a vontade popular.

ExpressoPB.com:   O PSL, a partir das eleições de 2014, passou a ser o principal avalista da pré-candidatura de Matheus Bezerra a Prefeito. O que levou as lideranças do partido a cogitar essa pré-candidatura?

Nicodemos Costa – O trabalho de Matheus Bezerra, como vice prefeito, despertou um olhar diferenciado das lideranças do PSL, tanto o é, que 100% delas são unanimes na defesa da candidatura do atual vice prefeito Matheus, desta vez para prefeito. E não é por acaso, mais porque além das suas origens, de uma trajetória familiar da família Bezerra, marcada por muito trabalho e correção com seus aliados, Matheus em seu primeiro mandato, já começou dizendo para que veio. Mesmo tão jovem, foi capaz de se articular com lideranças reconhecidas nacionalmente, a exemplo do deputado federal Veneziano Vital do Rego, da ex-deputada Federal Nilda Gondim, dos Senadores Zé Maranhão e Raimundo Lira e conquistou mais de R$ 1 milhão em investimento para Bananeiras, de modo que tudo isso, em uma região onde tradicionalmente, dizem que vice só serve de figura decorativa, Matheus prova que está pronto para ir mais além. Some-se a isso  a sua maneira simples de ser, de ouvir as pessoas, de tomar decisões, de tratar os aliados, as pessoas, desde as mais simples as mais abastadas, tudo isso, prova que Matheus Bezerra é hoje o nome mais preparado para conduzir os destinos de nossa cidade, é por estas e outras que o Deputado Tião Gomes, eu e todos os amigos que compõem o PSL, de forma unanimes, tomamos a iniciativa de colaborar diretamente para a Construção de um Novo Projeto de Cidade que possa devolver a prefeitura de Bananeiras aos bananeirenses e construir uma cidade economicamente desenvolvida e socialmente justa com seu povo.

ExpressoPB.com:  Como vocês estão trabalhando a questão da união das outras forças de oposição e vocês imaginavam que o nome de Matheus Bezerra poderia decolar na dimensão que está hoje?

Nicodemos Costa – Simples. Primeiro é importante ratificar que sempre tivemos um diálogo respeitoso e cordial com todos que já estavam na oposição, diga-se Edgar e as lideranças que o segue, só não o apoiei nas eleições 2012, por consideração ao partido do governador Ricardo Coutinho, o qual eu fazia parte. Em respeito a pessoa do governador e ao partido que eu cuidava a época, seguir a orientação partidária, mais o respeito com Edgar e Augusto Bezerra sempre existiu, de modo que não temos dificuldades em dialogar e para facilitar ainda mais a integração das oposições, mesmo sendo o partido com maior número de pré-candidatos a vereador, dentre os partidos da oposição, optamos por focar na indicação de bons quadros para o Poder Legislativo Municipal e abdicamos da vaga de vice, para facilitar o fechamento de alianças com outras tendências das oposições. A força política do ex-presidente da Câmara e ex-candidato a prefeito Edgar Santa Cruz é inquestionável, de modo que entendemos que é um dos nomes mais indicados pra ser o vice na chapa encabeçada por Matheus Bezerra, além de outros nomes a serem avaliados, também expressivos, a exemplo da ex-primeira dama Ana Virginia. O mais importante de tudo é que caminhamos para uma ampla aliança, envolvendo mais de 10 partidos e muitos outros que estão em constante diálogo com a gente. E quanto a evolução de Matheus Bezerra, desde o início, já era esperada, pela sua capacidade de articulação, seu carisma, a riqueza de suas idéias, o fato de quase não ter rejeição, se comparado aos demais concorrente, além do grande trabalho por ele prestado, mesmo sendo apenas o vice prefeito da cidade, como já disse antes, invertendo a lógica de que vice não passava de figura decorativa.

Da Redação
Do ExpressoPB

Artigos relacionados

Orgy