ExpressoPB

Entrevista – Dr Augusto Cury: “O vírus da corrupção está na mente de todos os seres humanos”


mensagens-de-augusto-cury-720x340Psiquiatra, pesquisador e escritor, o Dr. Augusto Cury alcançou o reconhecimento nacional e internacional, ao longo de 25 anos de carreira. É o autor mais lido da última década, com livros publicados em mais de 60 países, segundo o jornal Folha de S. Paulo. Em 2009, recebeu o prêmio de melhor ficção do ano da Academia Chinesa de Literatura, pelo livro – O Vendedor de Sonhos – que em 2016 será lançado como filme nos cinemas. Dr. Augusto Cury também é autor da teoria Inteligência Multifocal, que analisa o processo de construção dos pensamentos, sendo um dos poucos pensadores vivos cuja teoria é estudada em cursos de mestrado e doutorado nos EUA, Europa e Brasil.

O Dr. Está palestrando sobre a Excelência Profissional e Emocional. Nela, diz que somos mal preparados para gerenciar nossas emoções. Como isso pode repercutir em nossas relações interpessoais, nosso sucesso profissional e nossa qualidade de vida?

O gerenciamento das emoções é vital para o sucesso em qualquer área. Por exemplo, pais que não gerenciam suas emoções, nos focos de tensões, podem machucar seus filhos, dizendo: “Você só me decepciona!”. Ou um professor dizer para um aluno: “Você não vai virar nada na vida!”. Ou o marido falar para uma esposa: “Não sei o porquê estou com você até hoje!”. Em 5 segundos você não faz um grande discurso, mas pode destruir uma grande história. Então, é muito importante gerir emoções nos focos de tensões.

A vida está se encaminhando para um tempo que pede uma desaceleração e mais qualidade de vida. Com sua experiência, como o Dr. vê que isso seja possível?

Nunca a mente humana esteve tão agitada como na era digital. Excesso de smartphone, de informação, de trabalho e de atividades, aceleram a mente humana numa velocidade nunca antes vista, gerando uma síndrome, que eu descobri, que é a Síndrome do Pensamento Acelerado. Essa síndrome produz: dores de cabeça, dores musculares, sofrimento por antecipação, indignação de perdas e frustrações, fadiga ao acordar, déficit de memória, e assim por diante. Desacelerar a nossa mente, é ter um caso de amor com a nossa qualidade de vida e, infelizmente, como digo no meu novo livro “O Médico da Humanidade e a Cura da Corrupção”, não existe apenas a corrupção, onde uma minoria extorque o dinheiro dos outros, que são pessoas irresponsáveis, com a necessidade neurótica de poder, e acabam demonstrando um comportamento que destrói as finanças de um país. Mas, também, existe a corrupção onde nós destruímos sonhos. Por exemplo, um líder que tem a necessidade ansiosa que o mundo habite na sua própria órbita, não forma mentes brilhantes, destrói os sonhos dos seus liderados. Um professor que só ensina a matéria, mas não ensina os seus alunos a se reinventarem, a não temerem as suas dores, a escrever capítulos nobres em dias dramáticos, também acabam corrompendo o que os alunos têm de melhor: sua ousadia, sua capacidade de empreender e de trabalhar perdas e frustrações. Um casal que critica um ao outro todos os dias e que tem a necessidade neurótica de ganhar a discussão, ganham a discussão, mas perdem o amor. Esses são exemplos de corrupção. Então, nesse livro, eu mostro que o vírus da corrupção está na mente de todos os seres humanos e, quem não aprender a combatê-lo, será infectado, mesmo em ambientes suspeitos.

“O vírus da corrupção está na mente de todos os seres humanos.” – Augusto Cury

O que o Dr. aconselha para as pessoas que sofrem por antecipação no ambiente profissional e quais as dificuldades que podemos enfrentar caso não tratamos desse “mal”?

Sofrermos por antecipação é uma das funções mais aproses da mente humana. Tem que aprender a nunca imacular o presente. Fazer da história de vida um capítulo, onde nós reconhecemos nossas fragilidades, superamos a necessidade neurótica de ser perfeito, e assumimos o que nós sempre somos: seres humanos, que andam no traçado do tempo, reescrevendo a sua história a cada momento. Então, desacelerar a nossa mente é muito importante. Abraçar as árvores, conversar com as flores e fazer da vida um espetáculo!

E, para finalizar, conte-nos a grande novidade.

O produtor de cinema Jayme Monjardim encerrou as filmagens do livro “O Vendedor de Sonhos”, que é uma das minhas obras. Acabou de filmar as últimas cenas e será lançado dia 22 de dezembro, como um grande lançamento de duas produtoras de Hollywood: a Warner Bros e a Fox Film. Estamos muito animados! Que o filme encante as plateias e contribua com a humanidade, para que ela seja mais generosa e inteligente. Venda mais sonhos e menos pesadelos!

“Venda mais sonhos e menos pesadelos!” – Augusto Cury

Da Redação
Com Borborema Online

Artigos relacionados

Orgy