ExpressoPB

OLHO DO FURACÃO – Prefeita de Alagoinha silencia no caso do Conselho Tutelar, assim como fez com o caso do Matadouro


A Prefeita de Alagoinha, Alcione Maracajá, ainda não falou oficialmente sobre o caso, repercutido na imprensa regional, do Conselho Tutelar onde o Secretário de Administração do município, por ordem da gestora, lacrou a sede do referido conselho alegando que os conselheiros atuais não teriam  mais direito de exercer seus cargos por que foram vencidos as portarias no último dia 02 de Agosto de 2013.

Leia mais: Prefeitura de Alagoinha-PB fecha sede do conselho tutelar e justiça manda reabrir urgente!

A juíza reagiu rápido e determinou a reintegração de posse da sede do órgão a quem de direito, os conselheiros, mas a Prefeita até então não se pronunciou sobre o assunto, nem mesmo a mídia falada, com raras exceções, falou do assunto na região.

Assim como fez com o caso do Matadouro Público que encontra-se em estado de penúria e abandono, a Prefeita preferiu silenciar a vir a público esclarecer o que de fato aconteceu para que a mesma, tida como uma das gestoras mais democráticas da região, quem sabe até do Brasil, tomasse essa atitude ditatorial, na opinião dos conselheiros.

Leia mais: DESCASO – Matadouro sem estrurura e falta de higiene no abatimento de bovinos coloca em risco saúde da população de Alagoinha/PB

No caso do Conselho Tutelar, a Presidente Gilvaneide de Lima disse ficar perplexa com a atitude da gestora e  a perplexidade foi justamente por nunca imaginar tal atitude de Alcione.

A Prefeita de Alagoinha bem que poderia dar uma explicação a opinião pública e a seus munícipes pelo a impensada ação.

Da Redação 
Do Expresso PB

Artigos relacionados

Orgy